CRUELDADE AO EXTREMO!

Suspeitos de duplo homicídio em Gravataí queimaram garotas para ocultar provas

Tatiani Camargo e Saralise Dotta foram espancadas, mortas a tiros de pistola .40 e tiveram seus corpos parcialmente carbonizados http://houseprayernewlife.files.wordpress.com/2011/05/orissah.jpg Suspeitos de duplo homicídio em Gravataí queimaram as vítimas para ocultar provas Bruno Alencastro/Agencia RBS Jovens tiveram seus corpos parcialmente carbonizados Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS Carolina Rocha carolina.rocha@diariogaucho.com.br A Polícia Civil acredita que o homem que aparece comprando gasolina em um posto de combustíveis de Gravataí seja um dos assassinos de duas mulheres no último dia 24. Tatiani Michele de Azevedo Camargo, de 24 anos, e Saralise Dotta, de 25 anos, foram espancadas, mortas a tiros de pistola .40 e tiveram seus corpos parcialmente carbonizados em um matagal da Rua Paul Zivi. Os agentes da 1ª DP de Gravataí chegaram até o suspeito após ter acesso as imagens de uma câmera de segurança de um posto da parada 70. A 0h44min do dia 24, o comerciante de 31 anos aparece dentro de um Brava azul. Ele estaciona o carro e pede ao frentista que encha uma garrafa pet com gasolina. A suspeita é de que o combustível tenha sido usado para por fogo nas vítimas e em vestígios deixados no crime. O Brava seria o mesmo flagrado por volta da 0h por outra câmera da Rua Paul Zivi, no Distrito Industrial de Gravataí. No vídeo, além do Brava, aparece um Chery branco. O carro seria de um estudante de Direito, uruguaio naturalizado brasileiro, de 28 anos. Ele foi preso em seu apartamento na manhã desta sexta-feira, no Bairro Humaitá, em Porto Alegre. Chery branco seria de um estudante preso nesta sexta Foto: Carolina Rocha / Diário Gaúcho Conforme o delegado Anderson Spier, a suspeita é de que o comerciante, preso durante a tarde, e o estudante, tenham pego Saralise e Tatiani para um programa. As duas teriam levado os dois a um local onde eles seriam assaltados por comparsas delas. Ao descobrir que eram vítimas de uma tocaia, a dupla teria decidido se vingar e executar as duas jovens. Dois homens são mortos a tiros no Rio Grande do Sul Dois homens foram executados na noite de sexta-feira em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. Paulo Cesar da Silva, 37 anos, e Gelson Alves Barbosa, 31 anos, foram mortos na frente da casa de Silva, na Rua Plutão, no bairro Boa Saúde. De acordo com a Polícia Civil, nenhuma testemunha viu o crime. No entanto, a grande quantidade de cápsulas de pistola encontradas no local indica a possibilidade dos disparos terem sido efetuados por mais de uma pessoa. Nada foi roubado das vítimas, e a suspeita é de que as mortes tenham sido motivadas por uma desavença.