50 soldados da Síria foram decapitados e suas cabeças colocadas em postes.

Jihadistas do grupo do Estado Islâmico mataram pelo menos 50 soldados sírios em uma emboscada, sumariamente executando a maioria deles após a sua captura, diz um grupo de acompanhamento. 

O ataque na província de Raqa, os "jihadistas Eufrates do vale reduto, aconteceu em meio a seu mais feroz assalto ainda em território Damasco da capital. 

 74 já morreram na ofensiva em todo o norte e nordeste, o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, disse na sexta-feira (horário local). 

"Pelo menos 50 soldados foram emboscados, alguns deles foram mortos em combate, mas a maioria deles foram decapitados", disse o diretor do Observatório Rami Abdel Rahman. 

É militantes afirmaram que o número seria de 75.
Vídeo bem tenso, confiram:
video

Bônus
video