Idosa é brutalmente assassinada a pedradas



Como diz o jargão, “uma imagem vale mais que mil palavras”. É difícil descrever a dor dos familiares da senhora Júlia Rodrigues dos Santos, 76 anos de idade, que foi brutalmente assassinada a pedradas na tarde de ontem (27), no município de São Gonçalo dos Campos, a 18 km de Feira de Santana. A frieza do autor do crime na execução do delito é inexplicável. De acordo com as informações apuradas pela nossa reportagem, que esteve no local do crime acompanhado o trabalho das polícias civil e técnica em buscar as primeiras evidências que levem a autoria do crime, a vítima teria sido morta por alguém que almejava roubá-la. Júlia Rodrigues voltava para casa, localizada na Fazenda Xavante, em São Gonçalo dos Campos, quando foi surpreendida pelo (s) criminoso (s) que pensava que a mesma estava com o dinheiro da aposentadoria, pois – a vítima retornava com um saco contendo alimentos e portava uma bolsa. Como a vítima negou ter dinheiro, acabou sendo morta a pedradas que lhe atingiram, principalmente, na região da cabeça no qual houve aprofundamento craniano e exposição de massa cefálica. Ao lado do corpo, a pedra utilizada no crime Ao lado do corpo foram encontradas pedras, com aproximadamente 10kg, que foram usadas no crime. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizou o levantamento cadavérico, acompanhado da Polícia Civil de São Gonçalo dos Campos, além de vários familiares inconformados com o fim trágico que teve a vítima. Até a publicação dessa matéria a autoria do crime é desconhecida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...